All for Joomla All for Webmasters

O que é um alimento orgânico?

Muito ouvimos falar sobre alimentos orgânicos. Mas será que temos a noção exata do que seja realmente? Quando falamos em orgânicos, esta denominação está longe de representar simplesmente “ o não uso de agrotóxicos” na sua produção, como corriqueiramente conhecemos. No modelo de agricultura orgânica não é permitido o uso de substancias que potencialmente representem risco ao meio ambiente e a saúde humana como fertilizantes sintéticos, organismos geneticamente modificados( transgênicos) além dos agrotóxicos. Leva-se em conta na agricultura orgânica toda a cadeia produtiva, desde o produtor, que não raro é parte de uma agricultura familiar, abarcando os recursos naturais, culturais, sociais e consequentemente a saúde dos homens. Somente dos homens? Não! Nós que amamos os pets, também temos a opção de escolher alimentos orgânicos para eles, promovendo mais saúde e bem estar.

Segundo o MAPA ( Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) para ser considerado orgânico, o produto tem que ser produzido em um ambiente de produção orgânica, onde se utiliza como base do processo produtivo os princípios agroecológicos que contemplam o uso responsável do solo, da água, do ar e dos demais recursos naturais, respeitando as relações sociais e culturais.

Importante pensar sobre isto, já que todos os dias nos noticiários, ouvimos cientistas nos alertando que o nosso planeta carece de cuidados intensivos. É fato que, o progresso do conhecimento humano, trouxe incontáveis e extraordinários avanços para a nossa vida prática e claro, nem conseguimos pensar a vida sem eles, mas trouxe também uma enorme necessidade de produção de bens de consumo e especialmente de alimentos.

No modelo vigente e para dar conta da demanda, os agrotóxicos são considerados extremamente relevantes para o desenvolvimento da agricultura no Brasil e no mundo, entretanto, o nosso pais é um dos campeões na utilização destes recursos para produzir o pão nosso de cada dia. Acreditem, segundo dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer ), órgão do Ministério da Saúde que promove o desenvolvimento de ações integradas para prevenção e controle do câncer e pesquisas de potenciais agentes causadores do câncer, em 2009 alcançamos a lamentável posição de maior consumidor mundial de agrotóxicos, ultrapassando a  marca de 1 milhão de toneladas, o que equivale a um consumo médio de 5,2 kg de veneno agrícola por habitante. Ainda segundo o Instituto, crescemos no ranking especialmente devido a liberação do uso de sementes transgênicas no Brasil, já que o cultivo dessas sementes exige o uso de grandes quantidades destes produtos. Alerta ainda que os alimentos industrializados também podem conter  resíduos de agrotóxicos.

Ficamos por aqui com a proposta de reflexão sobre o conhecimento como fundamental instrumento de transformação da sociedade e das nossas escolhas, e pensando na importância do consumo consciente como ferramenta de preservação do meio ambiente e das relações humanas para uma vida mais harmoniosa e saudável.

Suraia Aissami

Médica Veterinária Nutróloga

COMPARTILHAR:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *